Pequeno diálogo antes de adormecer

Papai e mamãe, pai ou mãe – vamos separar uns quinze minutos, ou mais ou menos, para dialogar com nossos filhos antes do adormecer de hoje!

A vida é corrida, mas esta atitude fará um bem incalculável. Criará ou fortalecerá uma amizade familiar. A harmonia depende da comunicação afável.

Vamos ouvi-los em silêncio. Perguntar com foi o dia, como vão as coisas. Saber se podemos ajudar em algo. Se desejam nossa companhia ou aconselhamento.

Vamos, então nos aproximar de quem geramos ou de quem adotamos. Será uma experiência fantástica e abençoadora. Haverá uma vibração emocional.

Mas vamos ouvir o máximo possível. Deixemo-los ‘desabafar’, compartilhar o que for do interesse deles. Se puder, façamos perguntas que eles gostariam de responder.

Vamos então começar uma nova fase no lar. Não vamos deixar tudo por conta da ‘rapaziada’ ou da ‘turma’. Muitos deles estão perdidos à procura de si mesmos.

A moçada deve poder se espelhar nos filhos cristãos. Boa educação. Colaboração. Estímulo. Atenção ao que falam os outros. Respeito.

De dez a quinze minutos então. Não uma conversa cansativa, cheia de rigor e ordem, mas uma conversa entre pessoas amigas. A vida é uma só, aproveitemo-la com nossos queridos.

Deixe uma resposta